Somos dependentes da saúde


Não podemos fazer nada além de nossa condição orgânica e dependemos, ademais, da saúde de qualquer órgão e função, que compõe o todo de nosso corpo.
O sonho tolo de, mesmo doentes e limitados por enfermidades e órgãos e membros danificados, sermos capazes de realizar o necessário, de ser felizes, de atingir uma condição elevada mítica, deve ser completamente abandonada.
Dependemos totalmente das funções perfeitas e excelentes do conjunto integrado de nosso organismo.
Qualquer alteração se reflete negativamente em nosso desempenho geral. Entre os impedimentos, os mais terríveis são dos produtos químicos chamados remédios, soros, relativos aos tratamentos médicos e os aditivos, hormônios, venenos contrabandeados para dentro de alimentos e bebidas. Aqui ainda há alguma defesa natural que permite neutralizar e eliminar via sistema digestivo algumas toxinas. Porém, os venenos no ar vão, quando respirados, diretamente ao sangue e envenenam irremediavelmente todo o organismo.
O envenenamento psíquico não é menos grave e interfere na absorção e digestão dos alimentos que entram pela boca e nariz. Os sentidos, porta de entrada das impressões, são influenciados pelo conteúdo psíquico, e vice-versa.
A vida real, humana, só se inicia quando as impressões começam a ser digeridas, ou seja, transformadas. Antes, o homem é só um animal sofisticado que fala.
O ponto aqui é que a saúde é determinante, absolutamente necessária para a evolução da mente, para uma vida plena.
A “ciência” e suas máquinas não substituem o homem, mas o pervertem. Como as pessoas estão com todas as suas funções rebaixadas e alteradas tentam compensar isso com substitutos externos, com magia negra, com subversão da natureza.
Na medida que a tecnologia avança, o homem regride em seus poderes e funções. Sociedades altamente avançadas em tecnologia tem uma sociedade doente e estúpida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s