A escravidão da Humanidade e Paulo de Tarso, o inimigo do Messias

Paulo de Tarso estabeleceu as bases da escravidão.

Todos devem sujeitar-se às autoridades superiores; porquanto, não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Ele”. (Rm 13:1)
Entretanto, na Oração do Senhor está explícito que a vontade de Deus não se cumpre na Terra. No mundo de aparências, governado pelo “príncipe desse mundo”, não há justiça e a verdade não está na Terra.
Ora, essa declaração de Paulo em Romanos 13, entre outras, é falsa em todos os níveis.
Se sujeitar a qualquer coisa acima da Lei, das leis cósmicas e naturais é um grande erro. E, certamente, dizer que “não há autoridade que não venha de Deus e as que existem foram ordenadas por Ele” é uma blasfêmia e uma pregação falsa e danosa. Quem poderia dizer algo frontalmente contra o Ensinamento do Mestre e estar certo? Toda a “autoridade” na Terra é uma usurpação do poder legítimo de Deus e contra a sua Lei.
Pregar a obediência cega as autoridades constituídas sugerindo que todas elas são divinas e suas ordens são justas é fazer política e não religião. Paulo usou o nome de Deus criando uma doutrina oposta e contrária ao Ensinamento do Mestre. O Império Romano, na pessoa de Constantino, adotou e impôs Paulo como um meio eficiente de dominar o povo e isso se estendeu e prevaleceu até hoje. As pessoas, através de falsas igrejas, falsas religiões e falsos sacerdotes, foram condicionadas a se submeterem as autoridades constituídas desde dentro dessas pseudo-religiões – sem se dar conta, pensam e creem numa doutrina oposta aquela verdadeira e original e se tornaram escravos do mundo no lugar de servos de Deus. O falso apóstolo ataca o Trono de Deus e submete a humanidade a escravidão e ao erro, mentindo. Lembrem de Samuel, o profeta, sobre o pedido do povo para ter reis:
O rei os tratará assim: tomará os filhos de vocês para serem soldados; porá alguns para servirem nos seus carros de guerra, outros na cavalaria e outros para correrem adiante dos carros. 12 Colocará alguns deles como oficiais encarregados de mil soldados, e outros encarregados de cinquenta. Os seus filhos terão de cultivar as terras dele, fazer as suas colheitas e fabricar as suas armas e equipamentos para os seus carros de guerra. 13 As filhas de vocês terão de preparar os perfumes do rei e trabalhar como suas cozinheiras e padeiras. 14 Ele tomará de vocês os melhores campos, plantações de uvas, bosques de oliveiras e dará tudo aos seus funcionários. 15 Ficará com a décima parte dos cereais e das uvas, para dar aos funcionários da corte e aos outros funcionários. 16 Tomará também os empregados de vocês, o melhor gado e os melhores jumentos, para trabalharem para ele. 17 E ficará com a décima parte dos rebanhos de vocês. E vocês serão seus escravos. 18 Quando isso acontecer, vocês chorarão amargamente por causa do rei que escolheram, porém o SENHOR Deus não ouvirá as suas queixas.


Não é possível conciliar o poder mundano com a Lei – ou você serve a um ou a outro, ou você é fiel a um ou a outro. E, se você se curva ao poder do mundo, desprezará a Deus.
Paulo foi um agente político de Roma, do príncipe desse mundo e um inimigo de Jesus e assim, de Deus. Inclui-lo na Bíblia foi uma ação premeditada para destruir a fé e perverter a humanidade.
Sim, Deus criou o mundo e a Lei, mas nada tem a ver com as autoridades constituídas pelos homens. Reis, regentes, governantes são usurpadores e sempre desnecessários diante da perfeição da criação e acabam sempre trabalhando contra a vontade do Criador.


Não há nenhuma necessidade de mandatários e da estrutura monstruosa do Estado. Estão cegos, surdos e insensíveis à escravidão pelos poderes ilícitos? Estão gostando de ser escravizados pelas piores pessoas que se auto promoveram a seus senhores?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s