Escravos Voluntários


Vamos supor, “SUPOR” apenas, que o Estado em qualquer nível, ofereça alguma recomendação, conselho, orientação ou tratamento curativo ou preventivo (picada), que seja pró saúde. Como ser humano livre e autônomo posso aceitar, acreditar, seguir ou, contestar, desacreditar e me negar a tudo o que vem do Estado.


No caso, sou contra tudo o que vem da medicina oficial e se for uma imposição ou ordem estatal, para mim é uma declaração de guerra, onde estão me ameaçando e aos meus. As teses da medicina são todas falsas e prejudiciais à vida e à saúde. É fácil provar e tenho 4 décadas de prática em saúde que não deixam dúvidas sobre a farsa que é a medicina apoiada em doenças, remédios, curas, imunização e tratamentos.


Mas, a questão aqui é que se submeter as “autoridades constituídas”, rastejar para qualquer desses usurpadores do poder é ser um servo, um escravo, um robô sem alma.
Não interessa se há boa intenção, o que tenho razões para duvidar, mas não aceito nada que não tenha a minha decisão. A ladainha que seria para “sua proteção e bem” é pura propaganda enganosa. Pagamos uma conta alta para receber benefícios e não para nos submetemos a vontade de nenhum usurpador metido a ditador.


A humanidade tem sido envenenada e sua saúde destruída por uma falsa ciência da saúde em conluio com governos e Estados. Sua má saúde foi provocada! Chegamos a essa situação patética onde uma simples gripe, inócua, foi elevada a categoria de “pandemia”, de uma peste mortal onde a super, mega, perfeita medicina não tem respostas, só incertezas, e tudo o que faz só provoca mais pânico e pioras.


Sim, a humanidade é tratada como uma espécie animal de abate porque se comporta como tal. Todos aqueles que estão incapacitados para usar seus poderes naturais, são preguiçosos e acham que “têm direitos”, que elegeram representantes e pagam impostos para isso, são idiotas e merecem ser conduzidos ao abismo. Não conseguem entender que isso é uma armadilha mortal e que estão abrindo mão de tudo para entregar para qualquer maldito indicado por um partido ou um funcionário público.


O fato é que toda essa parafernália, essa superestrutura é não somente desnecessária, mas cara e danosa a vida e a saúde. Depois que você tomou o veneno, não há mais o que fazer – você está miseravelmente condenado e vai agonizar até morrer. Você tem dono, você é um servo, um “contribuinte” e só tem obrigações que vão ser agravadas enquanto seus direitos desaparecem. Para piorar, logo vão te injetar, medicar, alimentar, impedir de tudo o que é normal e justo, à força – e foi você mesmo que pediu e autorizou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s