Crítica Imparcial do Modelo Social


Ao ignorar a criação e a ordem em que se manifesta, o homem dessa época vem errando e destruindo sua vida, de seus semelhantes e mesmo o futuro.
A ideia de que somos produto do acaso e do acidente, que a vida e o universo surgiram do nada, que as leis são apenas propriedades naturais da matéria, dá suporte a uma visão do mundo invertida.
Isso de alguma maneira autorizou aos assim chamados intelectuais e especialistas a apresentarem um modelo pervertido da cultura, da política, da natureza humana, da economia, da ideologia.
Esses ignaros apresentam a ideia de que a ideologia ou cultura determina a política, a política a economia, a economia a natureza humana e, a natureza humana, as leis!
Essa é uma inversão completa e danosa da Ordem Universal.
Os elementos da vida humana que interessam para nossa análise são: a Lei (o invisível que determina tudo), a Natureza Terrestre (o Homem ao centro), o Sistema Econômico, o Sistema Político e a Cultura (ideologia). Todos eles coexistem em uma unidade dinâmica inseparável.
Entre eles, a Lei, sendo a origem de tudo, não tem um fundamento acima dela, mas é ela mesma o fundamento de todo o resto.
Assim, a Lei é o fundamento da Natureza Terrestre; a Natureza Terrestre é o fundamento do Sistema Econômico; o Sistema Econômico é o fundamento do Sistema Político; e o Sistema Político é o fundamento do Sistema Ideológico (Cultura).
É primordial compreender que a Natureza Terrestre é o real fundamento do Sistema Econômico, enquanto que o Sistema Econômico é o reflexo da Natureza Terrestre, ou, pelo menos deveria ser quando são observadas as leis que regem a vida.
Quando se imagina o funcionamento do Universo Cósmico, a Lei, e da Natureza Terrestre fica claro que as leis que os regem são eternas e imutáveis, mas que o Sistema Econômico, Político e Ideológico, estão sob leis mutáveis, parciais que mudam com o tempo e a circunstâncias. O fato de ser assim é determinado por uma inversão de valores, o que acaba por desconectar o Universo Cósmico e a Natureza Terrestre dos outros fatores de organização da vida em sociedade.
O problema que se impõe é que o Sistema Econômico tem funcionado em detrimento da Natureza Terrestre e, mais especificamente, em detrimento da natureza humana, sua biologia, sua fisiologia, sua psicologia, enfim, suas características naturais.
Ora, a humanidade tem necessidades fundamentais e secundárias.
No caso de um Sistema Econômico ignorante e desinteressado destas necessidades haverá consequências negativas para a vida humana. O assim chamado “modelo econômico”, em geral, desconhece e menospreza a questão humana, focando-se principalmente no lucro, na acumulação de bens, na balança comercial, mercado, e outras questões menores em contraste com a vida, saúde e felicidade humana. Para atingir seus objetivos, a vida, a liberdade e o bem-estar são sacrificados. Os valores absolutos da Natureza Terrestre são subordinados, assim, a valores relativos de um determinado momento e a vida humana é colocada a serviço dos interesses de estado, de partidos políticos, de um déspota, etc.
O que não se compreende é que o desassossego, a competição, as mudanças de métodos e filosofias que se revezam – em ciclos de ascensão e queda – são devidos a uma visão parcial, casual e acidental do homem porque, seja uma ideologia de “direita” ou “esquerda” , de conservadorismo ou progressismo, socialismo ou capitalismo elas pressupõem que sua cultura deva determinar tudo: a política, a economia, ao homem e a natureza. O que significa que essas abordagens são uma inversão dos elementos da vida humana, a qual se faz perturbada, doente e infeliz porque é instável e mutante a cada ciclo. Todas essas visões e filosofias de mundo impõem suas ideologias ignorando, por ordem hierárquica e de fundamento, a Lei, a natureza, a economia, a política e a cultura, as quais devem ser construídas de cima para baixo, sendo que a Lei deve determinar a economia, a economia a política e a política a cultura (ideologia).
Ao ignorar e negligenciar a origem e a ordem, tudo fica sem fundamento e invertido e os resultados sempre serão maus e auto destrutivos. Essa é uma das principais razões dos ciclos de construção e destruição inexoráveis, macro e micro das sociedades, povos e civilizações. Esses sistemas ideológicos se caracterizam pelo empirismo, pelas marchas e contra marchas, e finalmente pela violência e pela substituição por uma ideologia oposta – não há, finalmente nenhuma estabilidade, ou seja, nenhum progresso real, paz, harmonia e felicidade, mas ciclos.
Os grupos ideológicos buscam tomar o poder e impor sua agenda e disciplina baseados em mentiras, em ilusão e sonhos tolos. A humanidade sofre nas mãos dos conquistadores e aventureiros que se revezam no poder e acabam por fazer da vida um inferno na Terra. O fato é que as sociedades derivadas dessas ideologias são insustentáveis porque invertem completamente a ordem dos fatores da organização social, começando pela Lei. Ao ignorar a Lei seu conceito da natureza terrestre e de seu principal elemento, o próprio Homem, estão distorcidas e apoiadas em fantasias, em uma visão do Homem imposta pela ideologia em voga. Assim, as necessidades humanas e sua real natureza não são levadas em conta e toda a cadeia se apoia em quimeras econômicas, políticas e culturais insanas e sem fundamento real.
Além é claro da ignorância envolvida, há a vaidade e o egoísmo de determinar os caminhos para a sociedade de seus valores e desejos, em detrimento da verdade e do bem – não lhes importa o que é e o que deveria ser, mas o que sonham e desejam.
Concluindo, desde essa perspectiva, as ideologias, qualquer uma delas, são todas um grave prejuízo à vida e à justiça. A aparência de uma e de outra encerram diferenças e podem ser melhores ou piores, mas são, fundamentalmente, erradas!
Somente um recomeço, pela ordem, pela Lei e considerando a natureza e as necessidades do Homem pode construir uma sociedade/civilização realmente humana!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s