Pseudociência e Superstição


O mundo chegou a isso: as pessoas regrediram ao estado de selvagens supersticiosos.


Para os tolos e presunçosos os assim chamados “vírus” são os bichos-papões invisíveis e temíveis para suas mentes infantis.


A pseudociência charlatã afirmou que os vírus são os inimigos invisíveis e espertos que não tem outra função senão matar. Atacam a qualquer hora, lugar, qualquer um.
O imaginário faz de algo inexistente, inócuo, um monstro cada vez mais terrível e invencível. Todas as doenças são agora Covid19. Todos os sintomas são sintomas de Covid19 e, os testes são a “prova” de que, todos aqueles que adoecem, adoecem somente de Covid19.


As doenças que matavam e/ou visitavam o povo sem descanso desapareceram magicamente e, no seu lugar, todos só adoecem e morrem de Covid19. Ora, os testes são incapazes de identificar só o Covid19 e reagem positivamente à milhares de estados internos alterados. Ou seja, qualquer gripe ou dengue, ou inflamação será diagnosticada pelos testes como “covid”!


Não há, por outro lado, nenhuma prova científica de que a presença do vírus seja causa de doença. Não há nenhuma prova de que doentes ou saudáveis sejam transmissores de doença.
Os testes são imprecisos e questionáveis e não há como detectar o vírus por exames de imagem, portanto, todos os casos de doença atribuídos ao vírus são uma farsa perigosa.


Nenhum caso de morte por gripe, dengue, e outras doenças sazonais ocorreram no Brasil, o que é uma total impossibilidade estatística e científica. Deve-se concluir que milhares morreram e adoeceram dessas causas e que foram atribuídas ao vírus da Covid19.
Todos os remédios e vacinas que supostamente previnem ou curam dos “ataques” do Covid19 são charlatanismo e superstição. Não há como “matar” um vírus, que nem ser vivo é.


As vacinas são armas de guerra biológica e representam a ameaça real a saúde porque introduzem substâncias tóxicas, estranhas, DNA e RNA animal e alterado diretamente no sangue. Bilhões terão sua saúde destruída e possivelmente morrerão cedo ou tarde como consequência dessas injeções letais. Não há como reverter ou “curar” os efeitos danosos das vacinas – é uma condenação definitiva e irreversível. É uma insanidade e genocídio aquilo que assistimos.


Vírus, bactérias e fungos são consequências de má saúde ou de certos estados metabólicos, não necessariamente de doença. Essas coisas pequenas e invisíveis não “causam” a doença, mas estão presentes em inúmeros casos onde há alterações da saúde com ou sem sintomas.
Temos muito mais desses seres em nossos corpos, durante toda a vida, do que células e eles não nos “atacam”. Sua boca, aberturas e intestinos contém trilhões de germens de todos os tipos e que, sem dúvida, são necessários a sua saúde e fazem parte da vida. Não são coisas a serem “combatidas” ou mortas, mas são colaboradores necessários ao equilíbrio que se traduz em saúde. Não podemos viver sem eles. Eles são ubíquos e fazem parte do organismo saudável assim como do doente também.


O que deve ser temido é a ignorância, a superstição e a “cura” prometida por charlatões e genocidas travestidos de doutores e autoridades.
Sim, vocês serão mortos pelos remédios e vacinas e não pelo Covid19.
Pobres imbecis, tolos e miseráveis!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s