O Planeta está Superpopulado?


Com mais de 7.000.000.000 de pessoas, cada terráqueo não tem mais do que 8.000 m² de espaço pessoal. Isso é suficiente para uma vida digna, para sobreviver, para ter equilíbrio e paz?
O modelo civilizacional impôs a humanidade um modelo artificial que impede ao homem o uso de seus instintos e, pior, altera perigosamente sua natureza de maneira que suas ações não correspondem mais as condições reais de seu ambiente. Ele passa a reproduzir-se e a consumir exageradamente, irresponsavelmente, a agir competitivamente como um animal predador de seus semelhantes.
Toda a ordem social, política e cultural está construída para cegar, estimular/castrar, ensurdecer, amansar, acovardar, rebaixar, adoecer, desvitalizar, escravizar e, mais do que tudo, submeter e usar o homem como um objeto, até que, não mais sendo útil, será descartado.
Essa alteração maliciosa do ambiente natural e sua substituição por uma ordem artificial, fez do humano uma máquina insana e pervertida.
Se estivesse num ambiente natural e harmônico não seríamos 7 bilhões e o desassossego e terror atuais jamais ocorreriam. É evidente que esse estado de coisas serve a um movimento involutivo, em nada benéfico para uma vida plena, saudável e adequada a um crescimento interior, a um desenvolvimento da compreensão.
Caminhamos perigosamente para a destruição e barbárie onde o pior e o violento triunfarão.
A humanidade se entregou irresponsavelmente nas mãos dos piores representantes da espécie, homens ignorantes, violentos, luxuriosos e sociopatas. A Natureza foi rejeitada e o artificial, o mecânico e maquinal determinam a vida em suas mínimas necessidades.
Sim, 7 bilhões são excessivos para o planeta, mas pior é o que levou a isso, como vivem e no que acreditam essas pessoas.
Melhorar a vida desses 7 bilhões e frear seu crescimento é desejável , mas também, impossível. O extermínio, a loucura, a perversão já são uma realidade agora!
Os pais condenam seus descendentes a uma vida cada vez pior a cada geração. O vazio e a ignorância os empurra para reproduzir o modelo doentio piorado dos ancestrais. A cada geração tudo fica mais degradado.
A dependência abjeta de uma ordem não humana se contrasta com a relação harmoniosa, amigável, simbiótica do homem com a natureza numa dependência equilibrada e feliz.
Talvez seja tarde demais para retornar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s