ESCRAVOS!


O Estado, os governos, a mídia e as grandes empresas são inimigos da vida.
As promessas e a ilusão de que se submetendo a essa “ordem” viveríamos em um paraíso e que tudo seria sempre melhor é falso e uma armadilha mortal.
Além de se submeter aos carrascos ainda pagamos com sangue suor e lágrimas para que esses monstros se tornem cada vez mais ricos e poderosos.
O que precisamos para viver e ser felizes não inclui NADA daquilo pelo qual trabalhamos e obedecemos hoje.
Estamos sustentando e engordando o monstro que nos devora e a nossos filhos.
As nossas reais necessidades são pequenas e simples. Todo o resto é artificial e nos custa a liberdade, a saúde, a igualdade, a propriedade (o fruto de nosso trabalho e o nosso próprio corpo). Aliás, nos custa absolutamente tudo e ainda mais. Nos fizemos em escravos de maus senhores e aceitamos cada vez mais restrições e uma carga mais pesada. Por que?
Devemos pagar aos nossos senhores injustos e cruéis para que continuem a nos torturar e matar? Ainda não ficou evidente que nos tiraram todos os assim chamados “direitos”, direitos esses pelos quais trabalhamos e nos submetemos para receber migalhas, que agora também foram tiradas?
O retorno as fontes naturais e diretas da vida, da saúde e da felicidade não estão e não são propriedade do estado, dos governantes, dos poderosos. Essas fontes são e estão na terra, nas nossas mãos e corações na relação direta com a terra, com a natureza e com os nossos irmãos.
A vida em sociedade não é viver nas cidades infectas, inseguras, estéreis, sob as ordens de maus senhores que são usurpadores. As cidades e tudo o que elas são e representam são prisões onde podemos usufruir de quinquilharias inúteis e doentias.
A volta a natureza, a vida simples e a rejeição total a tecnologia e a todas as relações comerciais é o que matará o monstro que devora a nossa vida física e espiritual.
É necessário parar de sustentar aquilo que nos tortura e impede a vida. Desde quando achamos normal que 50% de nossas vidas não são nossas? Que nossos filhos não são nossos? Que devemos ao estado, as “autoridades constituídas”? Que loucura é essa?
Não podemos continuar a viver e a pagar por aquilo que não devemos! Perdemos a nossa vida e liberdade, entregamos tudo para o sistema e se continuamos a compactuar e a aceitar as regras de escravos tudo só pode piorar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s