Situação Bizarra


Incrédulos, surpresos, estupefatos, paralisados, apavorados, raivosos, deprimidos, estão a maioria das pessoas decentes do mundo todo, diante da violência e do descaramento dos inimigos da verdade e da liberdade.
Os “donos do mundo”: as grandes corporações, a mídia e a imprensa, a cultura, a “ciência, os governantes, políticos e o estado, todos em conluio contra o povo.
Inesperadamente, para quase todos, como uma explosão de milhares de bombas H, sem nenhum pudor, esses senhores se uniram contra a vida e a liberdade, mentindo, roubando, ameaçando e agredindo.
Depois de séculos de cabresto das informações, talvez não previsto pelos próprios Senhores, a tecnologia colocou nas mãos do povo instrumentos que permitiram a comunicação, contestação, manifestação e conhecimento de muito do que acontecia realmente e era ocultado e distorcido.
O resultado disso é que a credibilidade da mídia, políticos, estado e da “ciência” foi abalada e o controle sobre o povo seriamente diminuída.
No mínimo a farsa da “democracia” da liberdade, da verdade, das quais estariam de posse e no controle os poderosos, foram abaladas. Até no país símbolo da democracia, os USA, a credibilidade das eleições foi exposta como sendo fraude e engano.
A necessidade por ser tutelado, cuidado, informado e formado, pelas autoridades constituídas, revela o vazio interior do povo.
O fato é que as pessoas precisam ser supridas, alimentadas com “verdades”, com “fatos” e que essa carência crônica os faz reféns eternos dos manipuladores.
O antídoto para esse veneno e o alimento verdadeiro para saciar essa fome está, para a maioria, inacessível.
O fato é que não há nada, a nível dos sentidos, que possa satisfazer essa necessidade profunda e real, que, por outro lado, ao ser explorada se transforma em doença física, psíquica e da alma.
O trabalho e a responsabilidade por alimentar o povo com impressões foi entregue ao inimigo e, a busca do alimento específico está pervertida: o meio para obtê-lo e a qualidade do alimento que se imagina necessário é uma droga viciante.
Assim, mesmo buscando por si mesmo, ao desconfiar que lhes estavam servindo coisas podres, as pessoas se empanturram com venenos diariamente e, cedo ou tarde, frustradas, exaustas e esfomeados cairão logo nas redes dos poderosos e ficarão ainda mais presas e limitadas do que jamais foram antes.
Os milhões de falsas necessidades, do “progresso”, das conquistas da “ciência”, da política, da cultura, de líderes e guias formam uma massa esmagadora de entulho que não deixou nenhum espaço para a evolução pessoal interior, para o verdadeiro conhecimento e crescimento do ser.
Não haverá liberdade, verdade e paz, antes que tudo isso seja rejeitado e descartado e a busca pessoal, num viver simples e humano se torne o centro da vida.
A saída exige um certo grau de consciência, de vitalidade e daí, uma renúncia a toda essa parafernália inútil e tóxica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s