Vacinas – Como Destruir a Saúde e a Humanidade


A questão vacinal se liga a todo o complexo médico farmacêutico e agora, ao projeto de poder político absoluto mundial de certos grupos e ditadores mundiais.
Entendam, medicina é uma profissão e tudo o que a envolve tem a ver com lucro, com prestigio e agora está comprometida com o poder político, com o controle definitivo da população. Não há nada de romântico, heroico e bondoso na doutrina médica e farmacêutica. Essas pseudociências não estão a serviço da humanidade, mas sempre trabalharam no interesse de si mesmas e agora, são o instrumento pavoroso e eficiente para destruir a natureza humana internamente, transformando-a.
É doloroso dizer isso, mas tanto os cientistas, médicos e farmacêuticos têm interesses na má saúde – eles ganham poder e lucram com a sua desgraça e infelicidade. Essas profissões estão ligadas a doença e não a saúde e são o braço oficial do Estado e de governos na dominação das pessoas.
Não há vacinas boas, inocentes e inócuas – todas são os meios silenciosos da destruição definitiva da saúde, da imunidade natural e, pior, da natureza humana – ao se deixar injetar com DNA, RNA estrangeiro animal, e pedaços de microrganismos você jamais será um ser humano completo e poderá desenvolver uma das doenças degenerativas e mortais como câncer, Alzheimer, diabetes, Parkinson, reumatismo, envelhecimento precoce, e enfraquecimento de todas as funções orgânicas, mas mais importante, neurologicamente haverá prejuízos permanentes e alterações sutis no pensar e sentir. Ou seja, você não é mais humano, mas um zumbi, um morto-vivo e não há nada que possa reverter isso.
A discussão atual, relacionada a “pandemia” que levou a corrida por vacinas de grandes laboratórios internacionais e países de que certas vacinas testadas seriam mais seguras é completamente falso. Nenhuma vacina é segura todas são destrutivas o que esses demônios querem evitar com os “testes” são reações agudas e mortes que assustariam o “rebanho”!
Nenhuma vacina “imuniza”, todas diminuem e alteram para sempre sua imunidade natural e o fazem um doente crônico. Suas reações naturais de defesa ao se vacinar ficarão cada vez mais reduzidas e você “não ficará tão doente como antes”, mas estará sempre doente. Na verdade, as reações de defesa e de autocura naturais que se manifestam agudamente com febres, dores, tosse, coriza, prostração, perda de olfato, gosto e de apetite são todas necessárias e benéficas e o seu organismo sabe o que faz. Todas as ações orgânicas são para a saúde e para a vida!
O motivo disso, ocultado e violentamente combatido por todos os meios por aqueles que os querem dominar e submeter é esse:
Cada órgão e cada espécie está constituído e erguido por partículas de vida primordiais chamadas de microzimas que são indestrutíveis e próprias de cada órgão e organismo.
Células, bactérias, fungos, vírus são funções dessas pequenas partículas de vida que as definem.
Ou seja, essas partículas são exclusivas suas e não são intercambiáveis. Elas definem você, definem o seu DNA e RNA que são construídos e reparados pelas microzimas. Injetar microzimas de outros seres através de vacinas, sangue e/ou qualquer material orgânico é destruir a saúde gravemente e, possivelmente, para sempre.
Não vou me estender mais nessa questão que entra em detalhes, mas é preciso entender que a doutrina pasteuriana, base da medicina, sobre a causa de doenças pelos microrganismos é inteiramente falsa e levará a humanidade a destruição.
Todas as vacinas fazem muito mal, mesmo que não o matem no ato. Não há nada de benéfico ou inocente nelas.
CUIDADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s