Biogenia – um “Êxodo do Egito e dos Faraós”

 A Biogenia é a Ciência da Vida por excelência. Ou seja, ela trata das leis e meios para a produção de vida. A Biogenia ensina como uma pessoa pode absorver das fontes naturais que o cercam e das forças da consciência, harmonia, energia e inteligência.

Quando cooperamos com a Natureza mantemos e recuperamos a saúde, rejuvenescemos, prolongamos a vida, acrescentando vitalidade e bem-estar.

A Biogenia, tal como aplicada por Jesus, pelos Essênios, os Sumérios, Pitágoras, entre outros, se manteve inalterada nos últimos 8.000 anos. O motivo de tal estabilidade é sem dúvida a validade atemporal de seus princípios e métodos que se baseiam nas leis da Vida e da Saúde, as quais são eternas. Os mesmos processos que traziam a cura há 8.000 anos entre os Sumérios e nos Essênios há 2500 anos, aperfeiçoou-se em Jesus há 2.000 anos, e nos chegou no século 20 através do Dr. Edmond B. Szèkely.

Diferente da medicina, ciência experimental empírica, que testa nos doentes suas novas drogas e técnicas que geralmente são abandonados em 98% após 20 anos, porque se mostram ou ineficientes ou danosas, a Biogenia, por outro lado, conhece todas as causas das doenças e também tudo aquilo que cura, sem a necessidade de experimentar! A mesma Lei que rege o movimento dos planetas e galáxias, sua formação, a luz, a vida, as atividades psíquicas e espirituais, ou seja, todas as manifestações, é a Lei Única, que está na base da Biogenia. A Biogenia trabalha com princípios acessíveis as pessoas comuns. Seus princípios são racionais e de compreensão simples e são autoaplicáveis. A Biogenia atribui à Natureza todas as curas e, portanto, entende que só há auto cura. A Biogenia estuda a Vida e a Saúde e não a doença e a morte. Os elementos curativos da Biogenia estão no Sol (luz e calor naturais), na água pura, no ar puro, na vida das árvores, na terra fértil, nos alimentos puros adequados ao homem, na beleza, na alegria e prazer da vida e do viver, nos poderes e forças da consciência e do cosmos. A Biogenia é capaz de dosar exatamente estes elementos com suas energias curativas para o restabelecimento da saúde. Para a Biogenia, tudo o que não é alimento é veneno e não deveria jamais ser introduzido no corpo sob qualquer forma (como alimentos ou remédios) sob risco de danifica-lo ou destruí-lo. O conhecimento das leis e métodos da Biogenia são acessíveis para todos sem a necessidade de erudição ou de longos estudos. A Biogenia significa: modo de vida segundo a Lei e a Ordem Universal. A Biogenia toma o Homem como “a medida de todas as coisas”, ou seja, a Natureza (a vida em geral: os animais, as plantas, etc.) depende do verdadeiro bem-estar, saúde e felicidade do homem, que é a medida de tudo e em torno de quem tudo se organiza – ou, no caso de uma má ação do homem – se desorganiza e perece. A Biogenia leva, pelo que preconiza como modo de vida, a uma simplificação da existência, tornando a vida mais fácil e eficiente.        

A Biogenia considera que o renascimento da pureza original, simplicidade e harmonia da vida criativa livre daqueles que viveram segundo os mesmos princípios no passado são o único caminho para livrar-se do mundo caótico e violento onde a ignorância, a miséria e o sofrimento são a tônica. O empenho é sempre na abrangente realização das melhores formas da vida individual e coletiva:

  1. Sempre e em todo lugar eliminando aquilo que é mau e fortalecendo o que é bom, nunca pelo violento ataque àquilo que é mau.
  2. Livrando-se ignorância simplesmente por semear a educação e não por ataques à ignorância.
  3. Eliminando o egoísmo simplesmente por ajudar e semear o altruísmo e não por tentar eliminar à força o egoísmo.
  4. Eliminando a violência simplesmente pelo progressivo plantio e fortalecimento de nossa atividade social construtiva e não por ataques destrutivos à violência.
  5. Livrando-se da miséria pela eliminação das causas individuais e sociais principais da miséria, ao dar possibilidades ilimitadas para todos para vencer e estender bem-estar individual e coletivo e não por ataques violentos as leis sociais existentes.
  6. Livrando-se da doença simplesmente por fortalecer a vitalidade do organismo e não por atacar a doença.
  7. Livrando-se do caos e trevas pelo extensivo estabelecimento da ordem e não por destruição ou violência.

Em resumo: criando um futuro luminoso pela melhora progressiva do presente e não pela destruição do passado. Produzindo uma pacífica revolução interior, um renascimento individual em cada ser altruísta, inteligente e ativo para garantir a ilimitada e progressiva evolução da humanidade para um futuro feliz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s