A Essência das Leis Cósmicas e Naturais


Uma civilização que afasta o homem da natureza, que o perturba com milhões de distrações inúteis e prejudiciais, que altera a saúde e os sentidos, que produz o desassossego, a agitação, que cria leis espúrias, é um impedimento para o conhecimento e a prática das leis cósmicas e naturais.


Essa mesma civilização, através de meios ilícitos e violentos, tenta paliar os efeitos de sua oposição e afronta a Lei, para que possa, maliciosamente, acusar a Criação de imperfeita, de um mero acidente que precisa da intervenção humana para em seguida, se atribuir o direito indevido de reformar o mundo.

Esses feiticeiros que chamam a si mesmos de “cientistas”, constroem uma torre de babel e assim destroem e impossibilitam a relação direta e benigna do homem com a natureza e consigo mesmo. É claro que essa sua torre construída de tijolos, betume e sem alicerces, requer reparos constantes e ameaça a ruir a todo o momento.


Criam-se necessidades artificiais, instalam-se vícios, o equilíbrio orgânico é destruído de modo que ninguém mais possa vislumbrar o mundo natural e acessar a Lei que o sustenta.
Ao se submeter a essa perversão da ordem, às leis espúrias dessa civilização decadente e perniciosa, o Homem tem sua saúde e evolução prejudicadas e desviadas e fica sujeito a um mundo artificial contrário as Leis Cósmicas e Naturais. Se, por acaso e pela Providência alguém começa a ver a trama, logo é agredido e etiquetado como tolo e/ou criminoso.


Somente ao ser apresentado ao mundo real que lhe foi ocultado, através das características essenciais das leis naturais é que pode, por comparação, se dar conta de que está no caminho errado e que há, por outro lado, um mundo real a benigno que ele mesmo pode reconstruir dentro e fora dele.
Chegamos quase ao ponto de ver diante de nós negada a ordem universal, na qual supostamente estaria apoiada a ciência. De fato, toda uma pseudociência assaltou e derrotou a confiança do homem na natureza e na perfeição e bondade da criação.


A verdadeira ordem, construída sobre as leis naturais é representada essencialmente por manifestações que são 1. primordiais, 2. imediatas, 3. universais, 4. invariáveis, 5. evidentes, 6. racionais, 7. justas, 8. pacíficas, 9. benéficas e 10. autossuficientes. Portanto, as leis e ordem que não compartilham dessas características essenciais, são falsas!
Essas Leis são primordiais porque são anteriores e naturais a existência das coisas; são imediatas porque são arquetípicas, emanando de um mundo além e acima do humano; universais porque são unas, comuns a todos os tempos e lugares; invariáveis porque para todos, sempre se mantém uniformes; evidentes porque elas consistem inteiramente de fatos presentes acessíveis aos sentidos; racionais porque todos os seus preceitos e doutrinas são obedientes a razão e a compreensão humana; justas porque as penalidades são proporcionais as infrações; pacíficas porque elas só lhes aconselham tolerância e paz; benéficas porque ensinam a todos os homens a se tornarem melhores e felizes; autossuficientes porque não precisam de outras leis que as complementem.


É evidente e inegável que essa civilização está construída e conduzida por milhões de regras as quais são sempre somadas outras, porque elas são insuficientes; elas não ensinam a todos os homens a se tornarem melhores e felizes, porque são viciosas; lhes aconselham intolerância e o desassossego, porque são competitivas; são injustas porque as penalidades não são proporcionais as infrações; são irracionais porque são incompreensíveis; como estão baseadas em fatos passados e que não podem ser apresentados aos sentidos, duvidosas; para cada pessoa e momento se manifestam diferentemente porque são variáveis; porque não se mantém as mesmas em todos os tempos e lugares são particulares e exclusivas; sendo produto das mentes humanas são questionáveis; e são secundárias porque são posteriores aos fatos.


É necessário fazer um esforço para encontrar exemplos, em fatos e no pensar, dos desvios na essência das leis naturais porque, de outra maneira, se estará sempre equivocado e, portanto, sujeito aos erros e a ser submetido por aqueles que ou estão eles mesmos enganados ou querem enganar.


Somente a ação pessoal pela vontade e empenho podem colocar as coisas em seus lugares devidos e devolver a vida o seu sentido e realidade. O mundo precisa ser inteiramente criado por cada pessoa dentro dela mesma e o que de mais temerário se pode fazer é aceitar e acreditar em autoridades externas.
O microcosmo e o macrocosmo estão de tal forma construídos que devem ser conhecidos DIRETAMENTE e não indiretamente. O sonho de um mundo descoberto e explicado pela ciência é a morte física e psíquica porque é contrária a natureza humana. Não estamos concebidos para receber absolutamente nada de segunda mão. Precisamos conhecer e pensar tudo por nós mesmos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s