Flúor – Crime contra a Saúde Pública


Introduzir um produto tóxico, mortal a 5g apenas, nas águas das cidades, é um crime pavoroso.
Os prejuízos do flúor à saúde são conhecidos e os benefícios são todos questionáveis.
O flúor está amplamente distribuído naturalmente no solo, águas e ar. Não se conhece nenhum “carência” mineral do flúor – todos estamos muito supridos por flúor através de um modo normal de vida. Todos os riscos estão no excesso de ingestão e jamais na falta.
O flúor, por sua toxicidade extrema é considerado um VENENO e nunca um produto alimentar ou remédio.
Forçar a população ingerir esse veneno camuflado e escondido nas águas servidas nas cidades é inadmissível.
Está provado por milhares de estudos que o flúor tem um benefício modesto em termos de redução das cáries e isso, nada tem a ver com o uso interno, mas apenas com o uso tópico (diretamente nos dentes). O Flúor tem, um custo terrível em prejuízos ao sistema nervoso, hipotireoidismo, fluorose dental e esquelética (destruição de dentes e ossos!), desequilíbrio enzimático e eletrólito e câncer.
O Estado comete crime contra a saúde pública, transformado em lei por legisladores cretinos ignorantes e forçado e incentivado por pesquisadores, por doutores e sanitaristas irresponsáveis.
Os nazistas queriam “envenenar” as águas americanas com flúor em 1940! Esse é mais um produto usado para diminuir a capacidade reprodutiva, mas pior, está ligado a uma provada redução na vontade e, portanto, num método químico de controle mental da população.
Continuem acreditando na “bondade” do Estado, nos cientistas e de seus governantes! Certamente não estão trabalhando por sua saúde, mas pelo poder.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s