Implante Macabro


O super esforço em perverter a mente humana é contínuo e eterno.
A atual crise (Pandemia), que está longe de seu final e que sempre e facilmente poderá ser reeditada, se deve a conceitos errados, a ideias falsas e a modo de vida contra as leis naturais.
Seja em ciência, em política ou religião tudo é feito para implantar crenças falsas e superstições. Não vivemos em um mundo onde a instrução, o questionamento e a ciência dominam, mas num mundo de pseudociência, pseudo-religião, pseudojustiça que foram impostos à humanidade como verdades e valores indiscutíveis por especialistas, por religiosos e reforçados pela propaganda e pela mídia massivamente, continuamente.
Basta apresentarem alguém como autoridade num assunto, alguém com prestígio que o povo se ajoelha e adora como a um deus. O nível de mediocridade e passividade é assustador.
O cinema, a literatura e a mídia são os grandes responsáveis pela paralisação do pensar. O baixo nível e a incoerência na apresentação dos assuntos é geral e tende a piorar. Na medida que as pessoas não querem fazer o esforço de pensar por si próprias e suas condições psíquicas involuem, o nível dos assuntos apresentados é cada vez pior.
Séries e filmes sobre saúde, sobre crises, sobre a ameaça de um apocalipse, estão sempre presentes e cada vez com menos argumentos reais e factíveis.
House, The Good Doctor, Apocalipse Zumbi, Contágio, Guerra Mundial Z, Helix, Pandemia, entre centenas de outros produtos semelhantes, são construídos sobre argumentos e narrativas falsas e insanas.
Décadas desse bombardeio de filmes, literatura, notícias e disseminação da farsa sobre a natureza, sobre a saúde e a doença, formaram nas pessoas ideias e conceitos completamente ilusórios e falsos sobre tudo e principalmente sobre a saúde.
A coisa chegou num tal nível de degradação que tudo o que for lançado será imediatamente tragado e assimilado como fato incontestável e seguido como lei indiscutível.
Maliciosamente a arte, a literatura e a mídia trabalham com falsidades e horrores criando heróis, culpados, vítimas e soluções mágicas, superstições tolas e boçais. Isso não é uma brincadeira como a maioria acredita. Jogos eletrônicos também devem ser lembrados como peça importante na destruição do psiquismo e na predisposição a violência e na aceitação da narrativa charlatanesca.
A ideia do inimigo externo, nas curas imediatas e milagrosas, no superpoder de médicos e de seu arsenal de drogas e vacinas contra os inimigos invisíveis e perversos, são infantis, pura feitiçaria e tolices.
Os episódios de um House, de The Good Doctor, de entrevistas de doutores, cientistas e especialistas são fantasias de canalhas perturbados e de uma maldade incapaz de ser imaginada pelos doutores nazistas da II⁰ WW!
Todos contam mentiras como fatos científicos com pose de autoridades e a segurança de mestres. O mal que isso fez e faz às pessoas não pode ser calculado.
Uma completa limpeza da mente, mas crenças e conceitos – que são lixo tóxico, carregados e usados com reverência por uma multidão de tolos, é necessária e urgente.
Não há nenhum “patógeno” tão mortal quanto esse lixo e veneno implantado nas pessoas como verdades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s