Comentários sobre a Crise


A atual crise é o exemplo clássico, sempre esquecido de outras pandemias. Entre essas, a mais pavorosa e mortal teria sido a “Gripe Espanhola” que matou entre 50 a 100 milhões de pessoas. O caos foi total e muitos morreram de fome, suicídio, violência e depressão com todas as suas consequências no organismo.
Bem ao contrário aos filminhos de Hollywood onde a OMS, o CDC, os cientistas e doutores identificam o “paciente um” e encontram rápida e eficientemente a “cura”, na vida real a história é outra.
O fracasso, o caos, o pavor, os erros primários e mortais no enfrentamento dessas crises tem sido uma constante.
Se você tira do médico suas drogas e o protocolo de uso, ele está absolutamente incapacitado. Sobre o Coronavírus, esses pseudocientistas não sabem nada, para variar, e não fazem a menor ideia de com que estão lidando – isso no século XXI!
Mas, o que custa a ser compreendido pelo cidadão comum é que esses aprendizes de feiticeiros tem mais autoridade que qualquer mandatário, que a lei, mesmo que um ditador de uma republiqueta qualquer.
A mentira sobre a vida, a saúde e a doença vai acabar por aniquilar a humanidade, não sem antes, muita dor e sofrimento. O ponto é que toda a medicina, sem exceção, está apoiada em princípios falsos – os quais antes tinham a ver com lucro, mas hoje tem a ver com poder político absoluto.
As provas de imagens dos supostos vírus, os testes para identifica-los no organismo e os meios para “combate-los” são farsa e charlatanismo. O problema é que a humanidade ignorante e incapaz não tem como ver o que está por trás dessa conspiração porque isso exige um conhecimento e um modo de vida que comprova a teoria oposta aquela da medicina.
A ideia de que o mal está fora e que a ciência pode livrar a humanidade da morte e do sofrimento é simples e cômoda. As pessoas querem soluções para as suas vidas e pagam regiamente por elas.
A Ciência da Saúde mostra que a cura está na pessoa e que a causa da doença também, e que, portanto, somente ela mesma pode evitar e/ou se curar compreendendo e mudando sua vida.
As pessoas não gostam de ser responsabilizadas e foram treinadas para comprar soluções. Não querem mudar nada.
Querem ser curadas, sustentadas, salvas! Até a “lei” lhes garante esses “direitos”.
Isso, obviamente, é infantil, supersticioso, tolo e o preço é impagável.
A Mentira MATA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s