Homem e Natureza


Desde que a humanidade pediu para si reis e governantes para a eles se submeter, a coisa vai de mal a pior.
Essa é a negação e a revolta tácita contra o Criador, a Lei.
A humanidade não quer ser livre e viver essa vida para compreender e ser consciente, mas em, preguiçosamente, delegar a outros a direção de suas vidas. O preço que se paga por isso é esmagador.
O esforço, a energia e a vida desperdiçada nisso é irrecuperável. O pouco de energia e consciência armazenados pelo homem para sua própria evolução é usado contra si mesmo. Se fez escravo por nada. Jogou no lixo a sua primogenitura por um prato de esterco.
Toda a parafernália que agora o cerca não são senão as barras virtuais de sua prisão. Está sufocando por mil regras, conspirações, revoluções, novidades tecnológicas, só inutilidades e perigos.
Ele não quer, em paz, produzir o seu próprio alimento colhido de suas árvores, quer comprar tudo em troca de valores eternos que poderia conquistar e que, para os quais, nasceu. Enlouqueceu completamente.
A saída, o Êxodo, está na volta a terra, na vida simples e na dedicação a sua essência. Passar uma vida pagando impostos a falsos reis, a usurpadores, é o atestado de sua insanidade.
Enquanto você depender de qualquer coisa que seja: tecnologia, governos, emprego, remédios, será um escravo.
A única dependência justa para o homem é da Natureza. Libertem-se!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s