Civilizações Orgânicas


É muito provável que existam muitos milhões de planetas como a Terra habitados por civilizações semelhantes a nossa.
As distâncias entre esses planetas e a Terra tornam as viagens entre eles quase impossíveis e improváveis.
A ideia de que existam nesses planetas seres muitos avançados, com mais conhecimento e mais poderes do que o Homem médio, é apenas provável. Porém, a relação direta entre civilizações avançadas no sentido de elevacao moral, espiritual e a alta tecnologia, como afirmada hoje, é ridícula e ilógica. O desenvolvimento de armas e equipamentos não têm uma relação direta com evolução interior. A história mostra, sem dúvida, que o poder sobre a natureza pode apenas significar violência e estupidez.
Para aqueles versados em esoterismo não há dúvida de que planetas com vida orgânica são todos, obrigatoriamente, do mesmo nível evolutivo psíquico – um corpo orgânico define um estado sob leis semelhantes a todos os planetas onde esse tipo de vida ocorre. Portanto, o sonho tolo e pueril de seres de planetas com vida orgânica semelhante a nossa e muito mais avançados que a Terra e interessados em nós a ponto de investirem em viagens e permanência aqui, são tipo sonhos de cientistas malucos – os quais são maioria.
Esse planeta já teve outras civilizações e outras espécies inteligentes dominantes em experiências que falharam. Não somos os primeiros, nem os únicos aqui nesse planeta!
É preciso se dar conta que tecnologia, em geral, significa estupidez e não qualquer refinamento de espírito. As grandes “conquistas” tecnológicas, superpopulação, poluição, risco iminente de guerras, revoluções, não são, obviamente, sinal de avanço.
Os assim chamados cientistas e sábios dessa época são, frequentemente, mesmo que não sempre, seres imbecilizados, amorais, grosseiros que constroem máquinas e coisas à soldo. A ideia romântica de que eles seriam seres elevados porque são “cientistas” é absolutamente tola. A simples ocupação intelectual pragmática, deteriora moralmente.
Os motivos para isso são muitos, mas o conhecimento de baixo nível dessa civilização a deixa cega para a realidade.

As tais teorias, assim chamadas científicas, sobre a vida, evolução, e formação do universo não passam de especulação e estão no mesmo nível das crenças supersticiosas de povos decadentes chamados de “primitivos” pelos mesmos criadores dessas ficções.

Apoiados em suposições e mentiras maliciosas esses grupos parecem muito interessados em desinformar e confundir. A essência da questão está em apontar que a ciência e a tecnologia, mesmo que não necessariamente contrárias a evolução interior, constroem obstáculos reais ao refinamento de espírito e que, portanto, uma civilização hiper-tecnológica deveria ser vista com reservas e não com júbilo. De fato, o conhecimento científico e prático não soma nada aos valores humanos. A ciência, hoje, se fez quase dogmática e indiscutível como um bem absoluto impondo -se como uma espécie de religião.

O Homem está com todo o seu tempo e energia dedicado ao externo, ao conforto, ao sensual e se afastando dele mesmo. Ele vive para as coisas que atraem sua atenção enquanto sua Alma, mingua e perece sem o alimento apropriado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s