A Função Sexual


O “cérebro” sexual é de longe a função mais poderosa, evoluída e espiritual do homem natural.
Quando comparada as outras funções psíquicas – instintivas, motoras, emocional e intelectual, a função sexual é milhares de vezes mais rápida, penetrante e, portanto, mais inteligente.
O problema é que se as condições da vida são inadequadas todo esse poder conduz a neuroses terríveis e toda a sua função é distorcida e utilizada indevidamente.
O amadurecimento sexual ocorre no homem em torno dos 18 anos e na mulher ao 14 anos. Se essa inteligência e poder são empregados adequadamente, todos os outros centros se alinham e passam a funcionar bem e a própria energia do sexo estará disponível para aquilo para o que foi criada.
Adiantar ou atrasar o emprego desse poder é condenar as pessoas a uma vida miserável. A sociedade toda deve estar alicerçada e dirigida a proporcionar as condições adequadas para que o homem e a mulher se encontrem e empreguem essa energia e inteligência desobstruidamente e para a evolução pessoal.
O que se observa hoje é toda uma estrutura social e civilizatória destrutiva e ignorante sobre as funções humanas e especialmente as sexuais.
Não é por acaso que o amadurecimento sexual ocorre no homem aos 18 e na mulher aos 14. Isso obriga que as pessoas sejam preparadas para assumir a chegada avassaladora dessa energia e a emprega-la saudavelmente.
A inversão ignorante e destrutiva de se negligenciar as necessidades humanas em detrimento das civilizatórias e sociais é a condenação da humanidade ao seu completo rebaixamento – dificilmente uma pessoa perturbada em suas funções terá a chance de evoluir e ser útil – e essa é a condição da maioria. Essa é uma das fontes mais terríveis de infelicidade. Alterar a função sexual por ignorância e por motivos sociais pragmáticos é hediondo.
É urgente que toda a estrutura social seja adaptada e reconstruída em função da real natureza humana e suas necessidades.
Com um pouco de honestidade se constata que a decadência e a deterioração humana e, especialmente, em sua função sexual se acelerou e caminha para a destruição da espécie.
Essa civilização está completamente perdida e equivocada sobre a base da vida – o sexo!
As tentativas filosóficas, políticas e religiosas de determinar normas sexuais é patética, completamente insana.
Não é por acaso que as sociedades tradicionais do passado tinham um respeito e cuidado extremos por essa função essencial e básica.
A vida social se organizava a partir dela e não o contrário. A base do cristianismo, o judaísmo, tinha como condição para o rabinato, ser casado.
Tudo o que veio depois com o desprezo pelo corpo, pela saúde, higiene e sexualidade como coisas desprezíveis e até pecaminosas condenou toda a civilização ao estado que atingimos agora – uma sociedade de tarados e neuróticos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s