Além da Mente

Arrependei-vos ou Ide além de vossas mentes


O ensinamento do Mestre tem sido miseravelmente mutilado e distorcido.
Quando ele ensinou sobre a proximidade do Reino do Céu e o que nos cabe, o sentido de seu ensinamento foi completamente distorcido por escribas maliciosos.
As bíblias oficiais traduziram, incorretamente, mudando todo o sentido assim:
Arrependei-vos porque o Reino do Céu se aproximou”.
A tradução correta é:
Ide além de vossas mentes porque o Reino do Céu se aproximou”
Ora, arrepender-se é emocional, não tem o intelecto envolvido. Ir além da mente, superar o modo de pensar habitual e substitui-lo por um novo, por ideias novas, é mental, é racional!
A palavra grega que está nas bíblias oficiais é metanóia (traduzida por arrepender-se) – é ir além da mente, mudar o pensamento.
A porta de entrada para a salvação, para a transformação, é a mente e não o coração. Esse é o primeiro movimento, mesmo que não seja o mais importante. A graça vem antes, em importância, que a verdade. Mas, não se pode chegar ao coração, as emoções, antes de passar pelo intelecto. E deve-se notar que só uma ideia nova, verdadeira, repleta de significado tem o poder de arrastar e erguer emoções. O bem da verdade só é possível se a mente se abre para receber as ideias que descem do alto, do Reino do Céu, da humanidade consciente, do homem com uma compreensão superior. O Mestre é um homem assim e atraiu muitos ao círculo interno.
A bondade só tem valor se for voluntária e consciente. Um ato de bondade inconsciente, ignorante, não tem valor real. Não pode haver escolha se não há conhecimento e se não se pode escolher entre ideias e caminhos.
Ao traduzir metanóia por arrependimento, as escrituras foram distorcidas e pouco ou nada se pode fazer com esse ensinamento porque o arrependimento precisa antes de conhecimento, de novas ideais, além e superiores àquelas que cada um de nós recebeu na vida e que são inadequadas para entrar no Reino. Aquele convidado que se apresenta nas bodas sem as roupas adequadas e acaba por ser expulso. As ideias do mundo são essas vestimentas inadequadas.
Se você está pensando que não sabe que novo conhecimento é esse, mas que seria fundamental saber, então está no caminho que o Mestre indicou.
Pouco ou nada é possível extrair do evangelho sem ajuda daqueles que têm um conhecimento superior e já experimentaram seu poder e evoluíram. O Evangelho não pode ser assimilado em todo o seu potencial sem antes uma extensa e intensa preparação voluntária.
O pressuposto de que padres e pastores teriam essa compreensão é falso. Eles não sabem nada porque, da mesma forma que os fiéis e adeptos dessas igrejas são ignorantes sobre esse conhecimento desconhecido e que não chega facilmente ao povo.
Houve um rompimento entre aqueles que foram aceitos e se iniciaram (e tinham as condições para compreender a linguagem e as parábolas e significados do ensinamento e todo o drama da vida do Mestre) e o desastre que foi o assalto as Congregações pelo império romano no século IV – e que deu origem as religiões oficiais. Esses ignorantes roubaram e destruíram a essência do ensinamento e transformaram uma doutrina esotérica, para poucos, em uma religião estatal hegemônica, para todos, cheia de dogmas e falsificações.
Não imagine que você está preparado para compreender o imenso conhecimento condensado no Evangelho, mas acredite que há escolas capazes de lhe ensinar uma nova linguagem universal – a mesma que foi escrita o Evangelho, e semear em sua mente ideias que, crescendo, lhe possibilitarão compreender, verdadeiramente, os mistérios que estão ali codificados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s