Religiões Oficiais


Assistimos todos os dias escândalos chocantes no corpo de líderes, no clero, nos “profetas e iluminados” das assim chamadas religiões.
São eles apóstatas, hereges, estupradores, pedófilos, terroristas, torturadores, tarados, sedutores, assassinos, ladrões, farsantes e enganadores. A quantidade de criminosos que fundaram, que pastoreiam e ensinam nas igrejas, templos e mesquitas é assustadoramente alta. Os fiéis e crentes assistem tudo perplexos. Essas ocorrências vergonhosas não podem ser chamadas de exceções – ao contrário, líderes e dirigentes santos e equilibrados é que são as exceções!
O motivo de tal absurdo está na decadência geral dessas crenças e no seu corpo dirigente. É inegável que todas essas igrejas pouco ou nada tem a oferecer de verdadeiro, de útil. Se tornaram uma mera repetição vazia e decadente do que já foram (se é que alguma vez foram) as tais doutrinas.
O que mesmo pode oferecer uma crença que abriga tais seres hediondos? Ainda, como confiar no valor de uma doutrina que produz tais monstros?
Assim como essas doutrinas não podem garantir dirigentes e um clero santo, certamente, farão pior com seus seguidores.
O Criador, o Eterno, o Invisível nada tem a ver com o que fizeram com sua Lei e Caminho. As crenças, igrejas, costumes, tradições e escrituras são apenas humanas, temporais e sofrem deterioração e morrem com a passagem do tempo. Ou seja, essas igrejas e doutrinas revelam por essas ocorrências que efetivamente morreram.
Confiar a sua alma a isso é temerário, é insano e irresponsável!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s