A Humanidade Drogada

A Árvore da Vida


A medicina alopática é responsável, junto com a Big Farma e os Governos mundiais, pela destruição vergonhosa da vitalidade, a saúde física e mental da humanidade. Enquanto se locupletam, esses monstros deformam a natureza humana, fazendo do Homem uma caricatura deformada e rastejante.

Entre outras metas, essa conspiração hedionda serve para a dominação e submissão – sem força, com a inteligência rebaixada e sempre meio doente ou, nunca íntegro, fica fácil escravizar a subespécie em que transformaram a nova humanidade. Até a sexualidade está pervertida – poucos podem se sentir física e psicologicamente homens ou mulheres, verdadeiramente, e quando sentem, se envergonham de ainda terem sensações normais.
A verdadeira natureza humana, com todas as suas qualidades está ameaçada a desaparecer, a ser até esquecida.

O Homem íntegro, não pode ser submetido e não se submete jamais a nenhum poder inferior aquele do Criador. Aceitar ser conduzido por poderes, inteligências e moralidade inferiores é a decadência absoluta e irrecuperável – um ser assim deve reduzir-se e apequenar-se, não pode mais ser aquilo para o qual foi concebido.
O processo destrutivo e insidioso da influência química no metabolismo humano, no nascimento de crianças debilitadas e já limitadas (por pais, eles mesmos adoecidos), sobre essas, os choques nefastos das vacinas, as quais, sem exceção, provocam reações menores ou maiores de encefalite – sempre com danos cerebrais permanentes – uma alimentação pobre, inadequada, um modo de vida e influências sociais e psíquicas perversas, inexoravelmente terminam em cultivar uma espécie defeituosa, fraca, doente, perturbada.


Será que, alguém, um desses doutores, realmente imagina que seus pacientes podem, sob influência de suas drogas, reagirem e se constituírem em seres humanos normais? Não sabem eles que suas drogas alteram para sempre a condição humana natural? Creio que sabem até certo ponto e negligenciam as consequências e alguns o fazem maliciosamente, são criminosos e perversos morais. A indústria farmacêutica tem aqui a principal responsabilidade junto com governos corruptos e irresponsáveis – eles sabem, muito mais do que declaram dos efeitos devastadores desses venenos que chamam prosaicamente de “medicamentos”.


Não se imagine que a influência química seja só pontual, ou é aquela que está descrita nas bulas. Todas essas bulas são documentos completamente falsos e charlatães.
Dezenas de “medicamentos” são retirados de fabricação todos os anos e/ou suas indicações e dosagens alteradas, assim como suas fórmulas originais pelos efeitos destrutivos e imprevistos, mas o estrago já foi feito e os bilhões de $$$ ganhos não serão devolvidos as vítimas.


As supostas vantagens da farmacodinâmica e da aplicação de suas drogas para “salvar e curar” são falsas. Na verdade, elas já são muito mais do que um negócio centenas de vezes bilionário para ser um instrumento efetivo para o controle social e político.
Os princípios da verdadeira ciência da saúde estão estabelecidos e disponíveis há mais de uma centena de anos, mas as escolas de medicina de Higiene Natural foram fechadas e muitos de seus luminares foram perseguidos, processados e presos. A indústria farmacêutica abre e mantém escolas de medicina alopática e pesquisas para realimentar seu negócio.


Qualquer pessoa pode se tratar e se curar mais, melhor e mais rápido com os métodos e princípios verdadeiros – sem drogas!

Mas, isso, se tornou quase uma lenda. As pessoas acreditam bovinamente naqueles que lucram com suas doenças e sofrimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s