A Nossa Real Condição


Somos máquinas disfuncionais sofrendo e sonhando e não indo a parte alguma, senão a de servir a poderes que nos usam em detrimento da nossa possível evolução e bem.
Estamos como que em um sono hipnótico, num transe, onde imaginamos ser homens com uma vontade, consciência e um eu. Mas, isso é só um sonho. Não temos e não somos nada disso e a nossa única esperança é acordar e se dar conta da nossa verdadeira condição. Não é possível começar a caminhar a não ser que despertemos e nos levantemos. Despertar significa se dar conta de que nos atribuímos poderes e qualidades que não temos.
Vivemos num mundo de aparências fora e num ainda mais alucinado e caótico, dentro.
Certas ideias e sistemas são capazes de nós ajudar a despertar e a empreender um caminho.

Tudo o que encontramos na vida, por outro lado, funciona para aprofundar a ilusão.
As ideias semeadas pelo mundo são como drogas para induzir a alucinações.
Para a maioria, isso está bem e não querem ser incomodados nesse seu estado de semi-sono.
As ideias que podem sacudir e perturbar seus devaneios, não são para eles.

Alguns viram alguma coisa e querem mais, são para eles que as escolas de mistérios e esotéricas existem.


A maioria das religiões, filosofias, ciências, artes, cultura, política de hoje já não contém nada vivo que possa inseminar a mente, mas, ao contrário, chegaram a ser instrumentos para aprofundar o estado hipnótico – são venenos para a alma.
Nenhuma saída pela ciência ou pela política é possível porque o mundo não pode mudar se não mudamos nós mesmos antes. Não há tal coisa como mudar o mundo a força – o paraíso deve ser construído dentro de cada um. A redenção coletiva é uma quimera, uma promessa perigosa e que vem sendo usada por aventureiros, falsas filosofias e falsas religiões.
A humanidade gira em círculos e não vai a parte alguma e tudo é feito para que não desperte – servimos, com toda a vida orgânica, como alimento para uma coisa que nos usa e nos suga toda a energia.
Como todos os processos estão acelerados é possível ver melhor como nada conduz a nada e como o risco de aniquilação está sempre presente.
Precisamos trabalhar sobre nós mesmos antes de tudo. Não podemos fazer nada, mudar nada no exterior – achar que podemos fazer o que quer que seja é uma ilusão.
A condição geral da humanidade atingiu um nível tão baixo em tudo que as chances de um despertar ou de uma evolução quase desapareceram.
Um corpo saudável é a base necessária para isso. E, não é preciso dizer que as forças involutivas se esforçam para destruir a saúde e a vitalidade para que o Homem se torne um escravo perfeito.
Para piorar, somos um grande experimento em evolução psíquica e se alguns de nós não atingirmos o nível de consciência para o que fomos criados, o experimento fracassará e seremos destruídos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s