Eterno Retorno?

Repetir, Retornar, Voltar

As doutrinas assim chamadas religiosas que pregam que você irá ao paraíso só por ter morrido pertencendo a igreja X,Y, Z, são criminosas e condenam você a voltar e a sofrer a mesma vida eternamente.

Não há nenhuma saída fácil e simples, nenhuma salvação vicariante pelo sacrifício de sangue de qualquer outro no seu lugar – nenhuma salvação coletiva. O Filho de Deus não morreu para resgatar seus pecados! Você mesmo precisa se salvar e só você pode evoluir, subir, crescer, pela sua própria compreensão.

A ideia de um sacrifício de sangue de um inocente que salvaria você e/ou a humanidade é uma abominação, uma crença demoníaca e satânica.

Todas as práticas abomináveis de sacrifícios de animais e de humanos são obstáculos à salvação e jamais ajudam no seu progresso espiritual.

Quem irá certamente morrer pelos seus erros e pecados é você mesmo – repetindo sua vida miserável sem nenhuma solução, numa condenação perpétua de repetição inútil.

A única saída está na sua própria, pessoal, íntima e invisível evolução interior, espiritual.

Não seja tolo em acreditar que o Criador enviou o seu Filho para morrer pelos seus pecados. É você que irá, certamente, morrer e voltar a morrer pelos seus próprios pecados até compreender, ou seja, conhecer e praticar a Lei.

Há muitos salvadores, avatares, Mashiaks que vieram, e vem e virão para nos ajudar e isso, só para aqueles que buscam instrução.

O que importa não é, pois, a morte, o “sacrifício” de um professor, de um mestre para a nossa emancipação, mas seu ensinamento, suas instruções – e todas essas instruções precisam ser buscadas, merecidas, conhecidas, vividas e compreendidas.

O que há que ser sacrificado é o seu orgulho e egoísmo, suas emoções negativas, seus devaneios, suas mentiras.

O Amor e a Sabedoria são um para a salvação de todos” (Evangelho). E não é dito que o sangue e a morte são desejáveis ou necessários!

Não há nada no verdadeiro Evangelho que indique que derramar o sangue de um inocente/santo salvaria alguém, mas completamente o contrário.

O grande e, talvez, o maior mal foi a introdução perversa da doutrina paulina que coloca como a missão do Cristo Jesus morrer na cruz pelos nossos pecados. Essa é uma doutrina satânica, perversa que é o maior impedimento para a real evolução espiritual da humanidade. É seguir seus ensinamentos e imita-lo que salva e, jamais, sua suposta “morte sacrificial”.

 Toda a obra de Paulo, o apóstata, e as muitas falsificações e edições do NT, insistem na tese do sacrifício de sangue e ocultam, negligenciam e fazem pouco caso da Lei e dos ensinamentos de Jesus.

Conseguiram fazer da obra e vida do Mestre um assunto secundário e sua suposta morte o ponto principal da religião oficial de Roma. Os cultos e seitas pagãs, tão execrados pelos assim chamados cristãos, têm a mesma marca: a morte de deus, a ressurreição e uma salvação por uma crença supersticiosa e rituais. O Caminho para uma mudança interior está ausente em todas essas igrejas. Só se aceitam sinais e manifestações determinados autoritariamente pelos chefes das igrejas e pela cultura e costumes da crença. O recado que é sutilmente passado é que se você não fizer parte de uma dessas igrejas e não acreditar que o filho de Deus morreu pelos seus pecados, você estará condenado. Então, você é ameaçado de tal maneira que corre para uma dessas seitas e sua evolução interior jamais ocorrerá – você foi apanhado numa armadilha mortal.

A repetição e o desperdício de múltiplas oportunidades onde você morre e nasce, nasce e morre unicamente para ser, pelo seu sofrimento, um alimento para o satélite da Terra estará garantido – para você mesmo, tudo lhe será tirado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s