Materialismo na Política

A civilização assim chamada cristã ocidental começou mal e, obviamente piorou ao longo dos séculos. Alguém pode afirmar que estamos em melhores condições gerais do que em qualquer outra época, que houve uma suposta “evolução”? Sim, certamente, fazem isso maliciosamente todos os dias. Como poderiam reconhecer o fracasso de todos os seus esforços? Além disso, há um aspecto pragmático de manter o controle sobre o povo. A par da doutrina supersticiosa da evolução das espécies pela sobrevivência do mais apto, pela “seleção natural”, se usa essa charlatanice científica para justificar guerras, erros e acertos e que o futuro mítico será perfeito, mecanicamente e inconscientemente, porque Darwin o afirmou. No meio de tudo isso, todo o genocídio está justificado, também o racismo e a escravidão, porque segundo essa doutrina estamos em evolução e assim, obrigatoriamente há homens superiores e inferiores e os inferiores devem se submeter e/ou serem eliminados. Todos os loucos genocidas como Hitler, Mao, Stalin, entre outros, não estão de todo errados, por essa perspectiva.

Finalmente, tudo se torna permitido porque, se estamos “evoluindo” como teria acontecido com a vida que surgiu da matéria inerte; como evoluímos da ameba; e como o Universo veio do Big-Bang e antes disso, do nada, tudo passou a funcionar harmonicamente só por um poder misterioso contido na matéria e também as tendências de considerar normais e até desejáveis a homossexualidade, a pedofilia, a necrofilia, o incesto, o canibalismo, a tomada do poder por meios hediondos e ilícitos, está amplamente explicado e justificado. Coloquem dentro do pacote darwinista o governo pela maioria, pela vontade do povo mesmo que esse povo e seus representantes estejam apoiados nas piores insanidades e ignorância.

É óbvio que se admitirmos que o superior resulta do inferior (pela “evolução”), não há lei ou ordem superior que deve reger a humanidade, senão aquela da maioria e do poder das armas. A malícia, a mentira e a esperteza são meios lícitos nessa conjuntura.

A atual doutrina chamada de “ciência” deve ser aceita integralmente, com todas as suas consequências. Há uma tal pressão sobre a humanidade que tudo o que tiver como base a criação, em escala e níveis, do superior para o inferior, deve ser rejeitada – e isso se faz natural e inconscientemente como uma proteção do psiquismo para evitar um curto-circuito quando correntes opostas são colocadas próximas.

O Comunismo é, verdadeiramente, a doutrina política radical da ciência. O extremo do evolucionismo darwiniano está aí bem representado. Para o comunismo o passado deve ser completamente destruído e da destruição nascerá uma nova sociedade mais “evoluída” (sempre melhor) porque a evolução é inexorável e, claro, não importa a aparência, estaremos automaticamente e inconscientemente evoluindo.

Todas essas doutrinas sociais e políticas desprezam a Lei como condutora de seus caminhos e colocam o povo e/ou a revolução como a base de sua ação. Aqui lembro que a democracia/República greco-romana e o comunismo igualmente partem de que a Lei, sendo a base da vida, da moral, da sociedade, sendo criada por Deus e a condutora dos homens, é por eles desprezada e execrada sendo substituída por construções humanas – pelos princípios revolucionários e republicano-democráticos. Finalmente, a base materialista do comunismo e da república democrática, tal como nos chegou é idêntica e chegará inexoravelmente ao mesmo fim. Lembremos a aproximação das ideias e modos de ação em todo o mundo, através de soluções finais, para o mundo das duas correntes políticas. O pragmatismo está voltado para o poder e a sua filosofia é inteiramente materialista. Quando o mundo se aproxima de uma superpopulação as soluções serão radicais e as doutrinas gêmeas, separadas no nascimento, lutarão pela hegemonia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s