Bem-estar e Saúde

Saúde já não é mais Bem-estar

Por muito tempo, e com justiça, a saúde quase tinha como sinônimo o bem-estar. Se sentir bem, estar sem desconforto, os órgãos e funções trabalhando em silêncio, sem apresentar sinais de alarme significaria que tudo ia bem no organismo. Entretanto, devido ao uso contínuo e massivo de drogas químicas as pessoas foram privadas de sentir e ouvir seus órgãos e funções. Hoje, uma pessoa pode morrer sem dor e sem grandes perturbações, completamente sedada. Pode ser visto como um “avanço” da medicina, mas oculta sérios problemas com o conceito alopático da saúde. Terminar a vida em um hospital e/ou sedado, completamente inconsciente revela o quanto artificial e inadequado ficaram os parâmetros da saúde e, aqueles que vivem sob essa filosofia não vivem plenamente estarão condenadas a um final agonizante e totalmente tutelado e alterado pelas drogas. Tanto quanto o nascimento, a morte é natural e não deveria ser perturbadora, mas isso depende de como uma pessoa viveu. A intervenção médica e suas drogas avançaram demasiadamente sobre a vida das pessoas e, antes de ser uma benção ela é uma real maldição. Somente uma completa e radical revisão da atual filosofia e prática médica livrará a humanidade de condenar a civilização a uma saúde artificial, a um bem-estar falso.

Também, é inegável que tudo isso é um engano, é viver anestesiado e alterado. O que não se questiona, mas que não se pode deixar passar é que sob os efeitos continuados de drogas não somente as reações e funções estarão comprometidas, modificadas e mantidas artificialmente, como lesões permanentes surgirão dessa prática. Ainda, um outro lado com consequências terríveis é no psíquico e no social – toda e qualquer droga, não importa qual seja sua indicação, afetará profundamente e sempre negativamente o psiquismo e, consequentemente, a sociedade onde vive o paciente. Os efeitos mais bizarros e destrutivos das drogas farmacêuticas só se descobrem e revelam muitos anos após começarem a serem usadas. Em geral se espera que o lucro esteja consolidado antes de relatar suas consequências inesperadas e deletérias. Porém, jamais se saberá toda a extensão dos prejuízos de qualquer uma dessas drogas sobre as pessoas. O que se pode afirmar sem nenhuma dúvida e com toda certeza é que todas as drogas prescritas alteram profundamente o comportamento humano e impedem assim que uma pessoa se realize psíquica e espiritualmente

É evidente que a saúde só pode ter como um de seus sinônimos o bem-estar se não estiver sob efeito de drogas e procedimentos cirúrgicos que alterem a fisiologia. Deve-se lembrar que todo processo natural de recuperação da saúde implica em certo mal-estar e sintomas classificados como “doenças”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s