O que é Filosofia?

No Código Essenio da Vida há uma passagem que é essencial e válida em qualquer época sobre a filosofia.

“Josefus – Qual é o verdadeiro significado da palavra “filósofo”?

Banus – A palavra “filósofo” significa “amante da sabedoria”; e como a sabedoria consiste na prática das leis cósmicas e naturais, o verdadeiro filósofo é aquele que conhece essas leis e condiciona todo o teor de sua conduta a elas.

Assim, a preservação do homem e o desdobrar de suas faculdades, dirigidas para este fim, ensinam a verdadeira lei natural na concepção do ser humano; e é deste princípio essencial que derivaram, são afirmadas, e em sua escala são avaliadas, todas as idéias de bem e de mal, de vício e de virtude, de justo e de injusto, de verdade e de erro, de lícito e de proibido, e no qual está fundada a moralidade do indivíduo ou do homem social.” 

A filosofia é então,  o estudo da sabedoria, das leis cósmicas e naturais em todas as suas relações e consequências. O pretenso filósofo que se dedica ao estudo daquilo que não pratica é um hipócrita e logo, sua condição se revela no resultado de sua filosofia. E, muitos desses auto-proclamados “filósofos” estão soltos pelo mundo se iludindo e iludindo os outros com malabarismos mentais. A maioria deles são escravos de vícios que afetam mente e corpo, são efetivamente doentes. O que esperar de supostos “sabios” reféns de fraquezas e incapazes de cuidar de sua própria saúde? Há, portanto, muitos que passaram por cursos regulares de filosofia e aqueles que se apresentam como filósofos são igualmente farsantes. Aqui é preciso, definitivamente, desmistificar a questão sobre os assim chamados títulos acadêmicos que, especialmente aqueles de matérias de ciências não exatas, não são nenhuma garantia de conhecimento especial. Aliás, todas as profissões e seus títulos são apenas “reservas de mercados” em uma associação duvidosa e questionável com o Estado ou governos, os assim chamados poderes públicos.

Nenhuma filosofia que se dedique a outros assuntos que não as eternas leis cósmicas e naturais e suas extensões e consequências tem algum valor. Os falsos filósofos se dedicam a conjecturar sobre nulidades, falsidades e assuntos perniciosos – são enganadores, ilusionistas.

Assim, não há nada mais relevante, importante e correto do que trazer para as pessoas essas leis cósmicas e naturais e todas as suas consequências de conhecê-las e desconhecê-las, de praticá-las e de não praticá-las e de negligencia-las.

Todos os assuntos só merecem ser tratados quando contrastados com a Lei. O relativismo dessa época questionou e ainda questiona até as coisas mais sagradas e caras à humanidade desde milênios. Na verdade, essa moda tem um objetivo evidente: destruir todos os valores e, a própria civilização que se apoia nesses valores. É hora e momento de não somente resgatar muitos valores fundamentais, mas trazer luz, clareza, precisão e novo conhecimento para áreas frágeis desse mundo contemporâneo.

Não há segurança e certezas em nenhuma área da atuação, pensamento e sentimento humano – tudo foi desconstruído e tudo segue em “construção”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s