Sobre a Eternidade

‘Que Deus é eterno está em concordância de todos que possuem razão. O que é, pois, a eternidade? A eternidade é a posse completa e simultânea de uma vida sem fim em um só todo. O significado disto se fará mais claro se comparamos o eterno ao temporal. Tudo quanto vive no tempo se move para diante, através do presente, que vem do passado para o futuro; nenhum ser situado no tempo pode captar a extensão de sua vida em conjunto. Semelhante ser ainda não tem chegado ao amanhã; já tem perdido o ontem; e ainda em vossa vida de hoje em dia, viveis um momento fugaz e transitório, cada vez. E aquilo que jaz sujeito às condições da existência no tempo, ainda quando não tenha começado a ser e nunca cesse de ser (como Aristóteles sustentava que era o universo, sem princípio e sem fim) não é, sem dúvida, por esse motivo, algo que afirmativamente possa considerar-se eterno. Pois ainda quando sua vida seja sem fim, não a capta, nem a abarca em toda a sua extensão junta; não possui o futuro e tem deixado de possuir o passado. Aquilo que capta e que possui junto, em um só todo; aquilo que capta o conteúdo da vida sem fim; aquilo no qual nada do futuro está ausente e nada do passado perdido; aquilo pode corretamente chamar-se eterno. Semelhante ser tem de suportar-se a si mesmo em sua própria compreensão; tem que ser sempre presente em si mesmo, e tem de possuir a corrente sem fim, o tempo fugaz como se fora o presente’. Severino Boecio

Não é, pois, a eternidade uma condição da mesma qualidade do tempo ou algo que se possa experimentar após a morte – como se a morte atribuísse alguma propriedade excepcional àquele que seu corpo foi destruído. Nem ainda, e menos ainda, aos ingênuos que sonham que por pertencerem a essa ou aquela igreja ou crença tenham mecânica, inconscientemente e automaticamente recebido esse dom.

De fato, como uma advertência, a eternidade é uma conquista, aqui e agora, ou nada – o esquecimento e a mediocridade. A obra que estamos convidados gentilmente a fazer não é nenhuma daquelas que podem ser captadas pelos sentidos e que o mundo reverenciaria, mas é uma construção e transformação de si mesmo, um renascimento, a construção de um novo corpo e ser que é, claro, invisível ao mundo, enquanto é certamente real apenas para aquele que chegou lá. A eternidade não está de nenhuma maneira garantida, mas pode ser conquistada por aqueles que começam a compreender o real motivo dessa vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s