“Como acima, assim abaixo”

A Lei é a mesmo em todos os níveis, mundos, universos, seres, épocas.

Não há como escapar dessa condição, aqui, ou em qualquer uma dos estados para os quais podemos evoluir ou involuir.

O sonho insano de que podemos ignorar ou negligenciar a Lei e de alguma maneira, por um gesto mágico e um subterfúgio, escapar das consequências de afronta-la, se revela no uso indiscriminado da tecnologia em todas as suas extensões, especialmente na medicina, nas assim chamadas religiões oficiais, na política, nas relações interpessoais e assim por diante. O homem sonha em resolver tudo com a criação de máquinas e substâncias que o livrem do destino de seus ancestrais.

Na prática, na medida que um ser evolui, se é que pode, fica sujeito a um menor e mais elevado número de leis relativos ao seu nível de ser.

Quanto menos evoluído, do ponto de vista de sua condição interior, mais prisioneiro e mais difícil será sua vida.

Não há nada que diferencie, por exemplo, o destino e as regras sob as quais um homem rico e culto e um homem pobre e inculto estão submetidos se estiverem em um mesmo nível de ser – se sua condição evolutiva for semelhante.

Nada do que possa ser obtido e conhecido no mundo de aparências é capaz de mudar as regras sob as quais o homem que desconhece a si mesmo pode liberta-lo.

A Lei não muda, o que pode mudar é o homem e, se o homem muda, se transforma, fica submetido a um grupo de leis menos restritivas e menor em número – e isso é liberdade, verdadeiramente! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s