Cura-te a ti mesmo; Salva-te a ti mesmo; Conheça-te a ti mesmo; Liberta-te!

O sonho de que as soluções virão de fora, de que somos dependentes, de que a ciência, o estado, as máquinas e as drogas nos curarão de nossos males e dores, é paralisante.

A humanidade atual atingiu, possivelmente, o nível mais degradante de sua condição. É dependente de tudo, se submete a todos os comandos, teme a tudo, está doente, desvitalizada, perdida, brutalizada e afastada de sua natureza real.

A “ciência” não pode dar nada ou garantir nada que o próprio homem não conquiste ele mesmo. A ignorância e a negligência sobre as leis naturais são fatais para a saúde, para a liberdade, para a felicidade, para a possibilidade de evolução.

O conhecimento semeado entre as nações é ilusório, escravizante. A montanha de informações disponíveis não conduz a nada que contribua para a evolução pessoal, mas mantém as pessoas na crença de que estão chegando à algum lugar.

O sono hipnótico ao qual a grande maioria da humanidade está submetida a prepara para ser abatida sem grandes escândalos e na imaginação de que está tudo bem – vão para o abatedouro confirmadas. As religiões oficiais lhes convenceram de que haverá um “paraíso” depois da aniquilação física e a ciência de que descobrirão a solução para todos os problemas. Vivem mal e morrem mal, essa é a dura verdade. E, mesmo assim, sonham que amanhã será melhor!

Vivem quase a totalidade de suas vidas para fora, buscando nos outros, nas máquinas, nos governos, nos negócios e na tecnologia a felicidade.

A vida é tomada como um fim em si mesma. Não conseguem ver que a vida é apenas um meio para uma evolução pessoal, íntima, individual possível e absolutamente necessária. Estão presos e algemados ao mundo de aparências, ao passado, ao presente e ao futuro.

Ha saída para aqueles que desconfiam que algo não vai bem e para aqueles que buscam verdadeiramente uma libertação dessa prisão virtual.

Somente um conhecimento novo, vindo de uma humanidade consciente, evoluída, pode ajudar. E esse conhecimento jamais poderá vir de qualquer pessoa ou grupo dessa civilização. O inferior não pode produzir o superior, a libertação, mas certamente produzirá o engano e a escravidão.

A situação chegou a um nível tão desesperador que não só a maioria não reconhece seu estado decaído e sem saída, mas que fisicamente, por suas enfermidades, não consegue nem receber um conhecimento mais elevado. Sua mente está sempre sob a influência de perturbações, como se estivesse ébria, drogada.

A linguagem em que foram escritas suas escrituras não podem ser compreendidas nesse estado lamentável, de forma que são inúteis ou até perigosas.

Assim, a limitada chance que teriam de receber um conhecimento novo, superior e libertador, não é possível.

O primeiro passo e que é ofensivo para muitos, de que devem se submeter a uma disciplina de vida, de hábitos saudáveis, conformes com leis eternas e imutáveis da natureza, é a única pequena chance que têm de suas mentes se abrirem para receberem um conhecimento que lhes transformará. Porém, é claro que essas pessoas profundamente adormecidas não podem aceitar que lhes seja dito que estão doentes, inconscientes, que não sabem nada da realidade e que não podem fazer nada, que tudo lhes acontece, que são máquinas biológicas quebradas.

Para aqueles que podem ver qual é a sua situação desesperadora e que não se conformam há uma chance de escapar de um destino terrível.

E o início implica em se submeter a disciplina mais humilhante e primária: reaprender a viver segundo as leis naturais!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s