Hipocrisia

Υποκριτής -Ypokritís

 

O que é um imitador, um “ator”, um hipócrita?

É aquele que representa, que ensina, que convence ser ele algo que não é. Esses são aqueles que conhecem coisas e que eles mesmos não são o conhecimento que pregam ou manipulam, não fazem eles próprios o que dizem aos outros fazer, não sentem verdadeiramente aquilo que ensinam. Há legião desses na ciência, na religião e na política.

Os “preparados”, os agradáveis e que declaram altos conhecimentos e que são queridos atualmente pelos seus pares intelectualóides e pela mídia são os exemplos genuínos dos hipócritas, dos enganadores profissionais. Esses ilusionistas são, por certo, agradáveis, lisos, e especialmente vaidosos.

O Mestre Jesus não era agradável e ofendeu a muitos. Assim foi João, o Batista, e também Moisés. Porém, o Bem e a Verdade (Conhecimento) se uniam em Jesus perfeitamente.

As pessoas querem ser embaladas por promessas do paraíso onde nenhum esforço seja necessário para entrar, querem ser salvas, querem soluções externas para os seus problemas pessoais e, inclusive, internos. Os políticos que fazem promessas vãs, se auto elogiam e reproduzem os sonhos loucos do povo de uma vida de presentes, de facilidades, são, portanto, apreciados.

A mídia, o rádio e a imprensa vivem de vender produtos e ilusões e assim, não querem ser associados com pessoas genuínas, verdadeiras, francas que destroem os sonhos, mas com ilusionistas bem vestidos e polidos.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s